quinta-feira, 24 de janeiro de 2008

A Carne ( comentário da Adriana)


Pessoal, a minha amiga Adriana fez um comentário sobre o post A Carne, e eu gostei muito, por isso vou postar aqui na integra as palavras da Adriana, que para quem não sabe, tem o blog Espíritas na Net. O comentário da Adriana é esclarecedor e educativo, por isso leiam, beijoss


Oi Baby!Essa questão da carne é importante esclarecer, por ser tão polêmica. Entendo que há pessoas que sentem mais necessidade que outras de consumi-la, mas também entendo que é tudo questão de educar a mente. Como tudo na vida. Eu gosto de comer carne, mas estou tentando diminuir, não só pelos trabalhos dentro da Doutrina Espírita, mas também por entender que os animais são nossos irmãos e assim eu fico com dó de comê-los, até porque sei do sofrimento que eles passam por ocasião da matança... Acho que as pessoas que irão participar de algum tipo de trabalho espiritual, seja qual for, devem sim ter o cuidado de não comer carne pelo menos no dia. Mas penso que cada um sabe o que faz. Ontem mesmo, à noite, eu participei de uma sessão de desobsessão e procurei durante o dia manter minha mente serena e me alimentar de forma a não cometer excessos, mas comi um pedaço de carne de frango no almoço. Outra pessoa que participou me disse que passou o dia alimentando-se somente à base de frutas.Temos que lembrar que não só a carne, mas sim todo excesso alimentar é desaconselhável, assim como o fumo, o álcool e os excessos sexuais, bem como tudo o que desequilibra nossos centros de força, deixando-nos pesados, do ponto de vista vibracional, tornando-nos assim mais vulneráveis às influenciações espirituais de vibração mais baixa. Acho que uma vez ou outra não há problema algum em comer um bifinho, mas também temos que usar o bom senso e não sair por aí toda hora devorando verdadeiros churrascos...“Quanto ao mais, lembremos que Hitler era vegetariano e Chico Xavier comia seus bifinhos.” => Essa lembrança do texto já diz tudo, não é? Sempre me lembro disso. Acho que antes de nos preocuparmos com o que colocamos para dentro, grosseiramente falando, devemos nos preocupar com o que colocamos para fora... Adorei o post, Baby! Muito bom!Ah, dá uma olhada nesse link, é um vídeo onde o próprio Chico nos fala sobre a alimentação carnívora:

2 comentários:

Adriana disse...

Nossa, Baby, nunca imaginei que um comentário meu viraria um post um dia! Rsrsrs. Que bom que vc gostou!

É como eu disse, essa questão não é nova, mas ainda continua sendo polêmica, talvez por isso nem todo mundo concorde comigo, mas temos que aprender a respeitar o ponto de vista alheio não é? E bom-senso é a palavra-chave para tudo na vida, portanto, usemos!

Obrigada por tudo, querida irmã!

Beijos fraternos e fica na paz! ;)

Baby disse...

Aii Dri, achei seu comentário muito bom, e por isso postei,tb achei elucidativo e educativo, mas eu nunca gostei de carne rssss relaxa táa beijos fraternos rsss