domingo, 3 de janeiro de 2010

Prece no Templo Espírita


Cap. XXVIII - item 4 - ESE

Senhor Jesus, abençoa, por misericórdia, o lar que nos deste ao serviço da oração.

Reúne-nos aqui em teu amor e ensina-nos a procurar-te para que não nos percamos à margem do caminho.

Nos instantes felizes, sê nossa força, para que a alegria não nos torne ingratos e insensíveis.

Nos momentos amargos, sê nosso arrimo, para que a tristeza não nos faça abatidos e inúteis.

Nos dias claros, concede-nos a benção do suor no trabalho digno.

Nas noites tempestuosas, esclarece-nos o espírito para que te entendamos a advertência.

Inclina-nos a pensar sentindo, para que não guardemos gelo no cérebro, e induze-nos a sentir pensando para que não tenhamos fogo no coração.

Ajuda-nos para que a caridade em nossa existência não seja vaidade que dilacere os outros e para que a humildade em nossos dias não seja orgulho rastejante! ...

Auxilia-nos para que a nossa fé não se converta em fanatismo e para que o nosso destemor não se transforme em petulância.

Amorável Benfeitor, perdoa as nossas faltas.

Mestre Sublime, reergue-nos para a lição.

E, sobretudo, Senhor, faze que entendamos a Divina Vontade, a fim de que, aprendendo a servir contigo, saibamos dissolver a sombra de nossa presença na glória de tua luz!

Emmanuel (Waldo Vieira)

(De "O Espírito da Verdade", de Francisco Cândido Xavier e Waldo Vieira - Espíritos diversos)

3 comentários:

Uman disse...

Cristina,
belíssima oração.
Muito sensível e tocante.

Um beijo, de coração e desejando que 2010 brilhe intensamente,
Jorge

A filosofia dos anjos. disse...

Linda oração, como sempre Emmanuel nos auxiliando com sua sabedoria.


Abraços.
Leonardo.

Viver

Cris disse...

Obrigada a todos m bjos fraternos